Sâmia Batista

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Design da Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Mestre em Comunicação, Linguagens e Cultura pela Universidade da Amazônia (2012), possui pós-graduação Lato Sensu em Design Gráfico pela Universidade de Belas Artes de São Paulo (2002) e graduação em Comunicação Social pela Universidade da Amazônia (2001). É professora da Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal do Pará, e co-fundadora do escritório Mapinguari design, em Belém, atuando em projetos de design social, ambiental, corporativo e em projetos culturais relacionados à visualidade amazônica. Coordena o projeto “Letras que Flutuam: mapeamento dos abridores de letras de barcos da Amazônia”. Foi diretora da ADG Brasil (2009/2011) e atualmente é conselheira. Participou do Conselho Nacional de Design do Ministério da Cultura (2012/13 e 2016/17) e do Conselho Municipal de Políticas Culturais (2016, Belém-PA). Contemplada com o Prêmio da Economia Criativa (2012), Amazônia Cultural (2014), Rumos do Itaú Cultural (2015) e IPHAN (2018). No doutorado, analisa processos de mediação conduzidos por designers, na interação entre grupos de base comunitária e indústrias extrativistas atuantes na Amazônia.

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4729136609338902
Contato: samia79@gmail.com